Mediação narrativa: uma abordagem diferenciada para a resolução de conflitos

  • John Winslade College of Education California State University
  • Gerald Monk College of Education, San Diego State University
Palavras-chave: mediação, narrativa, escuta dupla, externalização, contra história.

Resumo

Este artigo apresenta uma visão geral dos fundamentos teóricos e das práticas específicas da mediação narrativa. Os pressupostos pós-modernos e do construcionismo social são apresentados, seguidos pelas práticas de conversa de externalização, dupla escuta, mapeamento dos efeitos e a construção da contra-história no trabalho narrativo. O objetivo principal deste artigo é mostrar como a criação de um novo espaço relacional, usando os métodos narrativos, cria o ambiente para a obtenção de um entendimento mútuo, um fator necessário para se chegar às negociações satisfatórias e bem sucedidas, assim como em compromissos duradouros. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

John Winslade, College of Education California State University

College of Education

California State University 

Gerald Monk, College of Education, San Diego State University

College of Education, San Diego State University, 5500 Campanile Drive, San Diego, California 92182, USA

Referências

Bateson. G. (1979). Mind and nature: a necessary unity. New York, NY: Dutton.

Burr, V. (2003). Social constructionism (2nd ed.). London, U.K.: Psychology Press.

Derrida, J. (1976). Of grammatology (G. C. Spivak, Trans.). Baltimore, MD: Johns Hopkins University Press.

Docherty, J. (2010). Narrative training in Myanmar. Personal Communication.

Foucault, M. (1972). The order of things: An archaeology of the human sciences. New York: Pantheon Books.

Foucault, M. (1982). Afterword: the subject and power. In H. Dreyfus & P. Rabinow (Eds.), Michel Foucault: Beyond Structuralism and Hermeneutics (pp. 199–226). Brighton, U.K.: Harvester Press.

Foucault, M., (1989). Foucault live (Interviews 1966-84). (Sylvere Lotringer Ed.), (J. Johnston, Tran New York, NY: Semiotext.

Foucault, M. (2000). Essential works of Foucault, 1954–1984: Vol. 3. Power (J. Faubion, Ed., & R. Hurley, Trans.). New York, NY: New Press.

White, M. (2007). Maps of narrative practice. New York, NY: Norton.

White, M., & Epston, D. (1990). Narrative means to therapeutic ends. New York, NY: Norton.

Winslade, J., Monk, G., & Cotter, A. (1998). A narrative approach to the practice of mediation. Negotiation Journal, 14 (1), 21-42.

Winslade, J., & Monk, G. (2000). Narrative mediation: A new approach to conflict resolution. San Francisco, CA: Jossey Bass.

Winslade, J., & Monk, G. (2008). Practicing Narrative mediation: Loosening the Grip of conflict. San Francisco, CA: Jossey Bass.

Publicado
2016-06-23
Como Citar
Winslade, J., & Monk, G. (2016). Mediação narrativa: uma abordagem diferenciada para a resolução de conflitos. Nova Perspectiva Sistêmica, 25(54), 7-16. Recuperado de https://revistanps.com.br/nps/article/view/99
Seção
Artigos