Impacto do litígio nos filhos

Palavras-chave: litígio, violência, separação, filhos, equipe

Resumo

Neste artigo objetivamos discorrer sobre a experiência de 23 anos da Equipe de Atendimento a Famílias em Situação de Litígio do Instituto NOOS, no que se refere ao impacto do litígio entre os pais no desenvolvimento dos filhos. Percorremos o caminho da origem de nossa equipe até os dias atuais, a motivação inicial pelo tema, o trilhar por várias instituições de terapia de família ao longo dos anos e o tripé teórico que nos sustenta: terapia sistêmica construcionista social, teoria da comunicação e mediação. Salientamos nossos objetivos específicos e apresentamos nossa metodologia de trabalho. Elencamos algumas consequências do litígio para os filhos e ilustramo-las com pequenos relatos de casos. Por fim, tecemos algumas indagações e reflexões sobre possíveis soluções. É importante salientar que o trabalho em equipe é que sustenta o contato com temas tão complexos e desafiadores.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Regina Peregrino da Silva Ribeiro, Instituto NOOS, São Paulo/SP

Psicóloga pela UFSC. Especialista em Terapia de Família pelo ITF/RJ. Mediadora de Conflitos pelo Mediare. Capacitação em Metodologias de Facilitação de Grupos pelo Instituto Noos/RJ. Supervisora da equipe de atendimento a famílias em situação de litígio do Instituto NOOS.

Maria Lucy Abelin, Instituto NOOS, São Paulo/SP

Musicoterapeuta: Conservatório Brasileiro de Música – RJ. Mestrado em Música – Conservatório Brasileiro de Música. Terapeuta de Família – ITF/RJ. Capacitação em Práticas Colaborativas – RJ. Membro da equipe de atendimento a famílias emsituação de litígio do Instituto NOOS.

Maria de Jesus Lopes, Instituto NOOS, São Paulo/SP

Psicóloga pela UFRJ, pós-graduada em psicologia Junguiana pela FACIS (SP), terapeuta de família pelo Instituto NOOS, formação em Experiência Somática (SE), Biossíntese, Arteterapia, Constelação familiar. Membro da equipe de atendimento a famílias em situação de litígio do Instituto NOOS.

Marcia Rubinsztajn

Psicóloga graduada pela UERJ, Gestalt-Terapeuta, com especialização em Terapia Sistêmica Familiar, no ITF. Especialista em transtornos alimentares, supervisora clínica, membro do grupo clínico-terapêutico Rumo, voluntária do time Humanidades, perita e assistente de perícia psicológica. Membro da equipe de atendimento a famílias em situação de litígio do Instituto NOOS.

Berenice Ribeiro, Instituto NOOS, São Paulo/SP

Psicóloga pela PUC/RJ. Especialista em Terapia Familiar pelo Instituto NOOS/RJ. Psicodramatista pelo Role Playing/SP. Especialista em Saúde Pública pela ENSP/RJ. Facilitadora de grupos de Mindfulness (UERJ). Membro da equipe de atendimento a famílias em situação de litígio do Instituto NOOS.

Publicado
2021-09-02
Como Citar
Peregrino da Silva Ribeiro, R., Abelin, M. L., Lopes, M. de J., Rubinsztajn, M., & Ribeiro, B. (2021). Impacto do litígio nos filhos. Nova Perspectiva Sistêmica, 30(69), 96-108. https://doi.org/10.38034/nps.v30i69.628
Seção
Artigos