O terapeuta como produtor de conhecimentos: contribuições da perspectiva construcionista social

  • Emerson F. Rasera Universidade Federal de Uberlândia (UFU), Uberlândia/MG
  • Carla Guanaes-Lorenzi Universidade de São Paulo
Palavras-chave: construcionismo social, ciência, prática clínica

Resumo

Na sociedade brasileira, a comunicação das aprendizagens cotidianas dos(as) terapeutas tem sido negligenciada, mantendo-os(as) na posição de consumidores(as) de conhecimentos e relegando a segundo plano o aspecto criativo e reflexivo de sua prática. Visando estimular os(as) terapeutas a assumirem sua responsabilidade de partilhar seus conhecimentos produzidos a partir da clínica, este ensaio busca promover uma reflexão sobre o processo de produção do conhecimento em uma perspectiva construcionista social. Inicialmente, são analisadas as contribuições construcionistas para as práticas de produção de conhecimento, explicitando sua definição de ciência, do objetivo da pesquisa, dos métodos de coleta e análise. A partir dessas contribuições, revê-se o processo de redação de um caso clínico, desde a seleção do caso, passando pela apresentação do seu desenvolvimento, até os cuidados éticos. Esperamos que essas reflexões permitam a produção de novas inteligibilidades sobre o fazer terapêutico a partir das falas e dos olhares dos(as) terapeutas e seus(suas) clientes.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2021-09-02
Como Citar
Rasera, E. F., & Guanaes-Lorenzi, C. (2021). O terapeuta como produtor de conhecimentos: contribuições da perspectiva construcionista social. Nova Perspectiva Sistêmica, 30(69), 7-16. https://doi.org/10.38034/nps.v30i69.617
Seção
Fronteiras