Percepção dos genitores sobre o impacto do nascimento do segundo filho nas relações familiares

  • Bibiana Ughini Goldschmidt Universidade do Sul de Santa Catarina (Unisul), Palhoça/ SC
Palavras-chave: Primogênito, Segundo Filho, Relações Familiares

Resumo

As famílias passam por ciclos de vida que podem demandar adaptações, sendo a inserção de um novo membro no contexto familiar um deles. No presente estudo, foram investigados os impactos do nascimento do segundo filho nas relações: genitores-primogênito, relação conjugal, impacto no próprio filho mais velho e nos genitores. Para isso, foram realizadas entrevistas com três casais que atendiam aos requisitos da pesquisa. Pôde-se identificar, na análise, alguns aspectos, como o afastamento dos casais em relação a atividades a dois, que o comportamento mais frequente demonstrado pelo primogênito foi de chamar atenção dos pais para ele. Demonstrou-se, também, uma aproximação dos pais em relação ao filho mais velho e as mães apresentaram uma necessidade maior de organização com a chegada do segundo filho. As estratégias de manejo mais salientadas foram de contar com a rede de apoio, principalmente com os avós maternos, e investir no diálogo com o primogênito.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Bibiana Ughini Goldschmidt, Universidade do Sul de Santa Catarina (Unisul), Palhoça/ SC

É psicóloga e psicoterapeuta. Graduada em Psicologia (UNISUL), pós-graduanda em Avaliação Psicológica (IPOG) e em formação plena em Gestalt-terapia (Instituto Granzotto de Psicologia).

Publicado
2019-12-31
Como Citar
Goldschmidt, B. U. (2019). Percepção dos genitores sobre o impacto do nascimento do segundo filho nas relações familiares. Nova Perspectiva Sistêmica, 28(65), 36-50. Recuperado de https://revistanps.com.br/nps/article/view/536
Seção
Artigos