PROGRAMA “E AGORA, JOSÉ?” Grupo socioeducativo com homens autores de violência doméstica contra as mulheres

  • Flávio Urra
  • Maria Cristina Pachte Pechtoll

Resumo

O Programa “E AGORA, JOSÉ?” Grupo socioeducativo com homens autores de violência doméstica contra as mulheres é desenvolvido na cidade de Santo André, SP. Trata-se de uma parceria da Secretaria de Políticas para as Mulheres com o Tribunal de Justiça - Comarca de Santo André e a Coordenadoria de Reintegração Social e Cidadania da Secretaria Estadual da Administração Penitenciária.

Esta iniciativa surgiu a partir do Acordo de Cooperação Técnica que entre si celebraram o Tribunal de Justiça de São Paulo e o município de Santo André, em abril de 2013, para fins de fortalecer a implementação da Lei Maria da Penha a partir da campanha nacional da Secretaria de Políticas para as Mulheres da Presidência da República “Compromisso e Atitude pela Lei Maria da Penha - A lei é mais forte”.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Flávio Urra

Psicólogo e sociólogo, mestre em Psicologia Social pela PUC/SP. Participa do Elo Mulher – Grupo Intersecretarial de Gênero da Prefeitura de Santo André, atua como Diretor do Departamento de Orçamento Participativo da Secretaria de Orçamento e Planejamento Participativo.

Maria Cristina Pachte Pechtoll

Gestora Pública, Mestra em Administração. Coordenadora do GT Gênero do Consórcio Intermunicipal Grande ABC, trabalha na Prefeitura de Santo André como Diretora de Enfrentamento à Violência contra as Mulheres e Equidade de Gênero da Secretaria de Política para as Mulheres.

Referências

Andrade, C. D. (2013). Alguma Poesia. Recuperado em 8 de dezembro, 2015, de http://drummond.memoriaviva.com.br/alguma-poesia/jose.

Arilha, Margareth, & Arruda, Silvani, & Unbehaum, Sylvia, & Afano, Bianca.(2001). Série Trabalhando com homens jovens: da violência para convivência. Rio de Janeiro: Instituto Promundo e colaboradores.

Blay, Eva Alterman (Org.). (2014). Feminismos e masculinidades: novos caminhos para enfrentar a violência contra a mulher (1ª ed.). São Paulo: Cultura Acadêmica.

Brasil, Presidência da República - Secretaria de Políticas para Mulheres - Secretaria de enfrentamento à violência contra as mulheres.(2008). Diretrizes para Implementação dos Serviços de Responsabilização e Educação dos Agressores. Recuperado em 8 de dezembro, 2015, de http://www.spm.gov.br/sobre/a-secretaria/subsecretaria-de-enfrentamento-a-violencia-contra-as-mulheres/pacto/servico-de-responsabilizacao-do-agressor-pos-workshop.pdf

Charf, Clara, & Vieira, Vera (Orgs.). (2012) Mulheres e homens trabalhando pela paz e contra a violência doméstica. São Paulo: Associação Mulheres pela Paz

Publicado
2016-09-19
Como Citar
Urra, F., & Pechtoll, M. C. P. (2016). PROGRAMA “E AGORA, JOSÉ?” Grupo socioeducativo com homens autores de violência doméstica contra as mulheres. Nova Perspectiva Sistêmica, 25(54), 112-116. Recuperado de https://revistanps.com.br/nps/article/view/168
Seção
Família e Comunidade em Foco